Image Map

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

A crueldade "desceu a serra": árvores do Litoral do Paraná estão em perigo!


Olá pessoal,

Há cerca de dois meses, denunciamos no blog a poda drástica de uma linda e frondosa árvore em Guaratuba, litoral do Paraná. Se você não acompanhou, clique aqui.

Na ocasião, a moradora, que passa todos os dias pelo local em que a árvore foi devastada, estava muito triste e indignada, pois ela não apresentava nenhum sinal de doença; pelo contrário. E, também, não estava representando perigo algum. Mas, mesmo assim, muito provavelmente em função de uma reforma, foi cortada sem a mínima dor na consciência.

Eis que agora, do dia para a noite, mais quatro árvores, que situam-se ao lado da que foi cortada primeiramente, também sofreram poda drástica. A moradora achou muito estranha e também rápida a ação do cidadão (e podemos chamar assim?) que cometeu essa atrocidade. Isso porque ela passa duas vezes por dia pelo local e não notou nada diferente, até que se deparou com essa verdadeira crueldade:

Vejam como eram as árvores antes da poda. Pareciam 
atrapalhar em alguma coisa?


Dá para entender uma atitude como essa? Trocar o verde, a vida, por essa
cena lamentável!


Será que, por terem ideia do que estavam fazendo, os responsáveis por essa verdadeira tentativa de assassinato (pois é bem provável que essas árvores, sem defesa, peguem doenças e morram) realizaram a ação na calada da noite? Ou esperaram um horário "alternativo"?

Fato é que gostaríamos muito de saber o motivo para tanto ódio daquelas que nos fazem tão bem. Parece que o ser humano vem perdendo os valores, os parâmetros, cada vez mais. E, desse jeito, não vai sobrar ninguém para contar a história. Só para avisar, mais uma vez, o concreto não nos fornece oxigênio, mas as árvores, sim!

Outra questão que nos deixa atordoados, por não entendermos tamanha ignorância, é uma cidade litorânea, turística, cercada pela natureza, onde se necessita tanto de sombra e umidade, ter suas árvores devastadas dessa forma.

Prefeitura de Guaratuba, o meio ambiente da região está abandonado? Há algum tipo de fiscalização nesse sentido? Será que, assim como aconteceu em Curitiba, o concreto também vai começar a dominar a cidade?

Aguardamos uma resposta.


Até mais. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário