Image Map

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Dia da Árvore - nossa homenagem a elas, a quem tanto amamos!

Olá pessoal!

Hoje, dia 21 de setembro, comemora-se o Dia da Árvore. Nós, do Vândalo Verde, que dedicamos nosso trabalho a elas, mostrando sua beleza ou as defendendo com informação e conscientização ambiental, não poderíamos deixar de prestar nossa homenagem. 

Parabéns às nossas queridas árvores, que nos presenteiam diariamente com inúmeros benefícios! Obrigado por tornar nossa vida mais bela e com mais qualidade! 

Sim, porque são elas as responsáveis, por exemplo, pela liberação de oxigênio e absorção do gás carbônico, regulam a temperatura, funcionando como um ar condicionado natural, nos oferecem sombra e protegem o solo, as nascentes de rios e servem de berçário, moradia e alimento para diversas espécies animais. E, é claro, embelezam nossa vida com suas formas majestosas! 

Aqui estão algumas representantes belíssimas: 






Quem corta uma árvore está diminuindo sua própria qualidade de vida, começando pelo oxigênio que respiramos (afinal, sem ele não há meio de sobrevivência).  Além disso, elas são importantes para toda uma cadeia de seres vivos do nosso planeta.

Por isso, continuaremos sempre lutando a favor destas vidas tão importantes e indefesas. Cabe a todos nós a conscientização das nossas crianças e até mesmo daqueles que hoje só enxergam o progresso, pois quem sabe um dia "acordam" para sua a importância e beleza.

Para nos ajudar nessa tarefa, que tal nos enviar fotos de árvores que você gosta? Aquela de perto da sua casa, que fica em seu terreno ou mesmo uma espécie predileta? Vamos publicar em nosso Facebook, para deixá-lo mais belo e prestarmos nossa homenagem a elas: ás árvores. Viva!






terça-feira, 15 de setembro de 2015

Cadê as árvores que estavam aqui? Mais de dez exemplares cortados de uma só vez em terreno na Vila Izabel


Olá pessoal,

Estamos aqui mais uma vez para relatar uma denúncia de corte de árvores em Curitiba. Desta vez o crime aconteceu em um terreno situado na Rua Prof. Guido Straube, entre os números 200 e 202, no Bairro Vila Izabel. Podemos dizer que foi uma verdadeira chacina, já que mais de dez árvores foram mortas de uma só vez.

Quem entrou em contato conosco foi um morador da região chamado Guilherme, que passa diariamente pelo local e em certa ocasião notou que algo estava diferente. “O sentimento ao ver aquilo é complicado de explicar, pois o aspecto da rua e da esquina mudaram completamente após o desmatamento, senti que perdi a paisagem que fazia parte da minha vida e talvez não volte a vê-la novamente”.


Esta era uma parte da paisagem vista pelo morador, antes de ocorrerem os cortes:

Área verde antes dos cortes 


Agora, o que se vê é um terreno descampado e muitos troncos, galhos, e folhas caídas ao chão, mais parecendo um “cemitério de árvores”. E, ao fundo, como não poderia ser diferente, diversos prédios, ilustrando a “selva de pedra” em que Curitiba está se transformando dia após dia. Qual é o seu sentimento ao ver esta cena? O nosso é um misto de tristeza, revolta e impunidade aos que praticaram este ato, já que quem deveria nos representar, no caso a Prefeitura de Curitiba, faz vista grossa e parece até mesmo gostar de situações como essa:




Guilherme acredita, e nós também, que as árvores foram cortadas em prol de alguma construção que está para acontecer, pois ele contou que há um tempo estavam erguendo muros e cercas ao redor do terreno, que hoje se encontra vazio. Não conseguimos pensar em outra possibilidade senão esta.

Mais uma vez vamos perguntar: progresso ou ignorância? Seria necessário matar todas aquelas árvores em função de uma construção? Vejam post anterior aqui do blog que trata sobre o assunto: http://www.vandaloverde.com.br/2015/05/progresso-ou-ignorancia-vale-pena-o.html

Triste, mas bastante recorrente em muitas cidades. Nossas árvores sendo destruídas em função da especulação imobiliária, por gente que nem sequer pensa em poupá-las, afinal o dinheiro e o tempo em pensar nisso não valem a pena para eles. É mais fácil acabar com o “problema” de uma vez.

Problema para muitos, que de tão ignorantes acham que vão conseguir continuar respirando o mesmo ar sem as árvores, que não conseguem ver as lindas paisagens que elas proporcionam, além de serem moradia para tantas espécies, nos trazerem sombra, enfim, a vida em uma forma tão bela. Mas, o belo para este tipo de gente é o lucro ao final de uma construção, eles não tem espaço em suas vidas para a contemplação de uma bela árvore. Realmente uma pena, pois não sabem o que estão perdendo.

Agradecemos você, Guilherme, pela denúncia e pelas imagens. Pena que não são imagens que gostaríamos de ver, mas precisamos mostrar a verdade. E pedimos a vocês, leitores do Vândalo Verde, que continuem participando com seus relatos.

Obrigado e até logo!



terça-feira, 8 de setembro de 2015

Morte em série: três frondosas árvores de uma só vez

Olá pessoal,

Desta vez estamos aqui para denunciar a lamentável morte não de uma, mas de três frondosas árvores situadas na Rua Lodovico Geronasso, nº 158, no Bairro Boa Vista. Neste endereço, coincidentemente, situa-se um endereço comercial, mais precisamente uma imobiliária:



Será que elas estariam “atrapalhando” a fachada, ou sujando a calçada, fazendo com que o funcionário da limpeza precisasse varrer mais vezes? Neste caso, no pensamento de alguns, seria mais fácil se livrar das árvores de uma vez do que se incomodar com este tipo de situação (e aí volta a fábula da vida real sobre ogros e gnomos, em que ogros de coração peludo exterminam o meio ambiente sem dó nem piedade – para quem não acompanhou o post segue o link: http://www.vandaloverde.com.br/2015/07/a-fabula-da-vida-real-ogros-e-gnomos.html ).

Fato é que estas árvores já sofriam poda incorreta realizada pela Companhia Paranaense de Energia – Copel há algum tempo. É a chamada poda em V, permitida quando realizada por profissionais especializados, que retiram somente aqueles galhos que atingem a fiação elétrica, sem tocar nos demais. O que não acontece na maioria das vezes - o que ocorrem são verdadeiras mutilações durante este e outros tipos de poda. Pela imagem vocês podem ver como as árvores estavam:



Mas, apesar de podadas, elas continuavam lá, vivas, trazendo os inúmeros benefícios que já conhecemos. Até que alguém resolveu matá-las, cortando-as por inteiro. Pelo que podemos notar na foto de uma das árvores, mesmo com o nosso conhecimento leigo, o tronco não estava podre ou infestado de parasitas, como normalmente é a desculpa da Prefeitura de Curitiba. Ao contrário, parecia estar em ótimo estado. Concordam?




Além disso, na mesma imagem, acima, vemos uma cena triste e cheia de esperança ao mesmo tempo. Triste porque estas árvores poderiam estar em pé, lindas como sempre, e esperançosa, pois apesar de todo o maltrato pela poda e estresse do ambiente urbano, continuam lutando pela vida. Vejam os brotinhos. Que incrível!

Mais uma vez nos despedimos tristes pela morte de árvores, cena que se repete diariamente e cada vez com maior freqüência. Mas vamos em frente, ajudando da forma que podemos, informando vocês sobre tanta crueldade e buscando conscientizar cada vez mais pessoas sobre o bem estar destes seres que só existem para nos ajudar. Se souberem de um caso como este denuncie e, se for um final feliz (queremos muito ver finais felizes!), entre em contato com a gente.

Até logo!