Image Map

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Viva a Mata 2015

Pessoal,

Até o dia 17 de maio, está acontecendo um evento ambiental muito interessante, sediado pela primeira vez no Rio de Janeiro. 

O “Viva a Mata 2015”, promovido pelo SOS Mata Atlântica, está oferecendo uma série de atividades gratuitas ao público. 



O objetivo principal é comemorar o Dia Nacional da Mata Atlântica, comemorado em 27 de maio. Para isso, o público está sendo contemplado com seminários, apresentações culturais e passeios guiados.

Ainda dá tempo de participar! Para isso, basta acessar o site, que traz todas as informações do evento, escolher as atividades mais interessantes e realizar a inscrição: https://www.sosma.org.br/projeto/viva-a-mata/viva-mata-2015/

Vale a pena conferir.


Até logo!

Apoiamos a ação da APAVE junto a Prefeitura de Curitiba: associação pede justificativa para cortes de árvores

Olá pessoal,

Em primeiro lugar, gostaríamos de parabenizar a Associação de Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e Região Metropolitana (APAVE) pela ação que está tomando junto à Prefeitura de Curitiba, via Ouvidoria de Curitiba. Além disso, queremos dizer que vocês têm nosso total apoio!


Confiram o ofício abaixo e vejam o que está sendo solicitado:


Em nossa opinião, o pedido tem total fundamento. Nós, cidadãos que usufruímos dos tantos benefícios que as árvores nos trazem, temos o direito de saber o porquê de tantas delas serem mortas diariamente em nossa cidade.

Nada mais justo que as autorizações e justificativas sejam disponibilizadas a todos, concordam?

Nós do Vândalo Verde também estamos preparando um pedido relacionado para a nossa Prefeitura, e logo contamos mais para vocês. Também estamos aguardando uma resposta para a solicitação da APAVE.

Até logo, em breve novidades!




terça-feira, 5 de maio de 2015

Progresso ou ignorância? Vale a pena o impacto ambiental?

Olá pessoal,

Se observarmos atentamente  o local onde vivemos, podemos notar que quase diariamente (senão diariamente!) construções são erguidas ao mesmo tempo em que muitas árvores são mortas.  

É claro que o progresso é necessário e o crescimento imobiliário também, mas se os responsáveis pelas obras atentassem mais para o meio ambiente, muitas árvores poderiam ser poupadas e continuariam a trazer os benefícios que já conhecemos, como fazer sombra e purificar o ar,por exemplo.

Mas em nossa opinião cada vez mais prevalece o pensamento individual, do tipo “é só uma árvore, existem tantas por aí!”. Mas até quando? Se cada construtor pensar assim (nosso medo é que a grande maioria pense) cada vez mais nossas cidades se transformarão em selvas de pedra e menos vida teremos. Sim, vida, porque sem as árvores não sobrevivemos.

Um exemplo é esta construção em Curitiba. Antes de o prédio ser levantado havia uma grande árvore no terreno,  que foi simplesmente cortada e suas raízes jogadas na calçada:


Aqui vocês podem ver a árvore, frondosa e saudável, ainda viva.

Durante a construção, reparem na enorme raiz jogada na esquina, como se fosse uma coisa qualquer!

Aqui o prédio pronto. Somente concreto, já sem a vida que a árvore trazia...uma pena.


Será que não tinha um jeito de salvá-la?Uma pequena alteração no projeto poderia ter poupado a vida desta árvore, que além de tudo embelezaria o local. Mas é mais fácil acabar com o “problema”, como muitos pensam. Triste!

E a Prefeitura de Curitiba, que é quem concede a aprovação destes projetos, fiscaliza realmente esta questão ou faz vista grossa para o corte de muitas árvores, como vemos por aí? Só pode, porque não é possível que construtores saiam matando árvores sem autorização, sob risco de multas ou até cadeia! (e isso funciona mesmo?).